Sobre a SM Fundação SM Formação Continuada Carreiras Contato
SM Aprendizagem

Como ajudar professores com dificuldades para lecionar?

Um currículo excelente, com boa formação e diversos cursos, nem sempre é suficiente em uma profissão. É comum vermos professores com dificuldades para lecionar em sala de aula, o que pode afetar o desempenho dos alunos.

Um bom trabalho vai muito além de obter conhecimento. É preciso saber como utilizar a matéria de forma a desenvolver as competências e habilidades dos alunos previstas para sua faixa etária. É muito importante que o professor saiba articular suas técnicas de ensino e aprendizagem para ter sucesso.

Neste texto, vamos dar algumas dicas para ajudar professores com dificuldades para lecionar. Confira!

Auxilie no planejamento

Se um professor procurar você dizendo que tem dificuldade para lecionar, sente-se com ele e analise o que pode ser feito. É importante verificar qual é o perfil da turma, a situação profissional do educador e, então, trabalhar a partir dessas informações.

Uma das ações mais importantes nesse momento é o planejamento. Quando o problema do professor for identificado, é preciso pensar em alternativas para a melhoria dos resultados em sala de aula, estabelecendo prazos e etapas para implementar as medidas.

Também é necessário ficar atento aos conteúdos que devem ser ensinados até o final do semestre ou do ano letivo. Assim, fica fácil montar um cronograma que possa ser cumprido.

Estimule o trabalho em equipe

Como sabemos, ninguém tem todo o conhecimento sobre um determinado assunto. Por isso, mais cabeças juntas pensam melhor. É muito importante dar feedbacks aos professores, mas também é preciso escutá-los e anotar as sugestões.

Estimular o trabalho em equipe é uma parte importante do processo. A troca de experiências ajuda no crescimento de todos, e é necessária para o aprendizado.

Seja acessível

Se um profissional está passando por dificuldades, ele precisa de alguém para ajudá-lo a lidar com essa situação. O coordenador pedagógico deve ser acessível, de forma que o professor possa se abrir e entender como melhorar.

Uma boa opção é agendar reuniões frequentes (semanalmente, talvez) com os professores para que eles falem de alguma dificuldade que estejam enfrentando ou sugiram algo novo.

Apesar de um coordenador pedagógico ter uma agenda corrida, é muito importante para a escola que os professores estejam sempre atualizados e falem sobre os obstáculos que enfrentam.

Ofereça treinamentos

O mundo está mudando constantemente. É preciso se adaptar às novidades. Isso ocorre em todas as profissões, e na docência não é diferente. É fundamental estudar sempre e ficar atento a tudo de novo que o mercado oferece, para melhorar a prática pedagógica constantemente.

Oferecer uma formação continuada, por meio de treinamentos e palestras, é uma ótima maneira de manter os professores atualizados e incentivar a troca de experiências. Aposte nesse método!

Professores com dificuldades para lecionar não precisam ser um problema. Com um bom apoio e, claro, disposição para melhorar, tudo se resolve. Nem sempre um profissional excelente se sairá bem em todas as situações. O importante é o constante aprendizado que temos ao longo da nossa carreira.

Agora que você já sabe como ajudar os professores com dificuldades para lecionar, siga-nos nas redes sociais para receber mais conteúdos como este! Estamos no Facebook e no Instagram!


O Projeto Político Pedagógico (PPP) é um documento exigido pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e tem o objetivo de apresentar como a escola se organiza em torno de seus métodos pedagógicos, identidade, missão e objetivos.

Fica mais fácil entender as dimensões retratadas nesse documento a partir dos termos que compõem a sigla PPP. Projeto é o plano de ação; envolve as propostas e os meios que a escola utiliza para alcançar os objetivos delineados no documento. Político se refere à maneira como a escola se insere no contexto social e, dessa forma, contribui para uma formação cidadã dos alunos.

E, finalmente, Pedagógico trata do conjunto de projetos e atividades educacionais desenvolvidos na escola que contribuem para a melhora da relação de ensino-aprendizado na sala de aula. Se você quer entender boas práticas para o Projeto Político Pedagógico da sua escola, continue esta leitura e anote as nossas dicas!

Realizar um diagnóstico da escola

Conhecer a escola é o primeiro passo. A elaboração desse documento exige um estrito diagnóstico da instituição em todas as suas áreas: relação com as famílias dos alunos, critérios de avaliação escolar, dados e estatísticas sobre os resultados em sala de aula, diretrizes pedagógicas, etc.

A equipe responsável pelo Projeto Político Pedagógico pode ser constituída de diversas formas, como por meio de um conselho (com membros dos diferentes setores da comunidade escolar) ou via um grupo mais restrito de gestores.

O que não pode faltar na construção desse documento é a figura de um mobilizador, posição comumente sob responsabilidade da direção escolar, e a garantia de que essa é uma ação colaborativa: debates e trocas de experiências com a presença de educadores e membros da direção ajudam na elaboração de um documento fiel à realidade da escola.

Projeto Político Pedagógico para definir metas para a instituição

As discussões em torno do Projeto Político Pedagógico devem gerar conclusões sobre os desafios enfrentados pela escola. Nessa fase, devem ser definidas objetivamente metas e o que será feito para alcançá-las em cada um dos setores.

É importante que as metas ofereçam prazos e permitam definir quais profissionais serão mobilizados. Isso significa que não se deve ficar apenas na discussão teórica sobre o que é melhor para a comunidade escolar. Alguns exemplos de medidas diretas são alterações no currículo escolar e atualização de livros didáticos.

Disponibilizar o documento para a comunidade escolar

Um erro comum no uso do Projeto Político Pedagógico é não tornar o documento acessível para todos os interessados. Saiba que, além de manter PPP atualizado, é importante que a gestão escolar o disponibilize em formas impressas (cartazes e folders, por exemplo) e no meio digital (no site da instituição e nas redes sociais).

Manter os alunos e os seus responsáveis, os educadores e demais funcionários por dentro dos objetivos da escola é uma excelente estratégia de engajamento.

Cumprir todas as etapas na elaboração do Projeto Político Pedagógico permite que a escola organize suas atividades internas e defina suas metas de crescimento. Mas é importante lembrar que a construção e divulgação desse documento não é o final do processo.

As normas do Projeto Político Pedagógico devem ser revisitadas periodicamente e as ações realizadas dentro da escola precisam ser acompanhadas pela gestão. Dessa forma, os responsáveis por esse documento conseguem reconhecer as necessidades da comunidade, enfrentar novos desafios e manter os objetivos da escola alinhados com a proposta.

Gostou das dicas? Para ficar por dentro de outras discussões importantes em torno da educação.

Acompanhe nossas redes sociais e conte conosco para está evolução na EDUCAÇÃO!

PORQUE A EDUCAÇÃO NOS MOVE!


Utilizamos cookies e outras tecnologias proprietárias e de terceiros para operar corretamente e com segurança o nosso site e personalizar o seu conteúdo. Nós também os usamos para analisar sua experiência de navegação e para adaptar a publicidade aos seus gostos e preferências. Política de cookies

Configurar ou Rejeitar Aceitar todos