Sobre a SM Fundação SM Formação Continuada Carreiras Contato
SM Aprendizagem

Na trilha para o Novo Ensino Médio, contar com materiais de apoio didático é indispensável. Por isso, a SM Educação oferece obras completas, alinhadas ao PNLD 2021 e às diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Isso fortalece seu compromisso com uma educação integral e mudando a maneira como os jovens enxergam o mundo.

Mas afinal de contas, o que as novas propostas para o Ensino Médio propõem? Além de estruturar e instrumentalizar o desenvolvimento da educação integral, buscando garantir direitos de aprendizagem para todos, elas apoiam os jovens para que tenham a oportunidade de escolher o caminho a seguir depois da escola.

Por meio dessa nova estrutura, é possível auxiliar na integração dos conhecimentos, potencializando a formação profissional e técnica dos estudantes ao proporcionar um contexto de amplas possibilidades. 

Neste cenário, o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD 2021) ganhou uma missão: aprimorar o processo de ensino e aprendizagem nas escolas públicas para melhoria da qualidade da educação, a fim de democratizar o acesso às fontes de informação e cultura e garantir maior qualidade do material de apoio à prática educativa.

PNLD 2021 e o Objeto 2

Segundo o decreto Nº 9.099, de 2017, o PNLD é um programa destinado a avaliar e  disponibilizar obras didáticas, pedagógicas e literárias, entre outros materiais de apoio à prática educativa, de forma sistemática, regular e gratuita, às escolas públicas de Educação Básica e às instituições de Educação Infantil comunitárias, confessionais ou filantrópicas sem fins lucrativos e conveniadas.

Neste ano, para distribuir as obras didáticas da Educação Básica, o processo de escolha do PNLD foi dividido em duas etapas: Objeto 1, para escolha das obras de Projetos Integradores e Projeto de Vida; Objeto 2, para obras por Área do Conhecimento e Específicas.

Na dinâmica do Objeto 2, cujo processo de escolha ocorrerá ainda em 2021, as escolas poderão escolher obras por Área do Conhecimento e Específicas, substituindo as obras disciplinares distribuídas nos anos anteriores. 

Ou seja, nesse novo modelo não serão mais entregues coleções tradicionais por componentes curriculares (Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, Química e outras).

Os componentes curriculares agora farão parte das obras por Área do Conhecimento de maneira interdisciplinar, além de mais três obras Específicas, visando à educação integral do aluno.

Como são as obras por Área do Conhecimento e Específicas?

Em se tratando dos livros por Área do Conhecimento (Matemática e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens e suas Tecnologias), sua apresentação é feita em coleções do tipo não sequenciais, disponibilizando seis volumes cada.

Esses volumes são autocontidos no que se refere à progressão das abordagens das habilidades e das competências específicas, assim como da articulação com as competências gerais, com os temas contemporâneos e com as culturas juvenis.

Já as três obras Específicas são organizadas em volumes únicos independentes: Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas em Diálogo com a Matemática.

As coleções serão distribuídas no formato de Livro do aluno, impresso; Manual do professor, impresso, e material digital do professor, com videotutoriais e áudios de apoio.

Escolha SM Educação

Você já conhece a proposta do Novo Ensino Médio, a organização do PNLD 2021 e a escolha no Objeto 2. Chegou o momento de selecionar as obras que vão ajudar a promover o desenvolvimento de habilidades e competências nos alunos. 

A SM Educação teve suas obras 100% aprovadas no PNLD 2021 e está participando do programa com obras nas quatro Áreas do Conhecimento e obras Específicas. Dessa forma, a SM participa ativamente nas medidas de incentivo ao protagonismo e à autonomia do estudante. Na valorização das culturas juvenis e no diálogo com temas contemporâneos de interesse do jovem.Veja, a seguir, todas as obras da SM Educação aprovadas no PNLD 2021 — Objeto 2:

Obras por Áreas do Conhecimento

Linguagens e suas Tecnologias

CÓDIGO DA COLEÇÃO: 0175P21201

Integrando o projeto Ser Protagonista, a coleção de Linguagens e suas Tecnologias, da SM Educação, articula, de forma simples e interdisciplinar, os conhecimentos de Língua Portuguesa, Arte e Educação Física. É uma ferramenta valiosa para o desenvolvimento de práticas educativas inovadoras, que colocam o estudante no centro da educação e o tornam protagonista de seu próprio aprendizado.
Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Matemática e suas Tecnologias

CÓDIGO DA COLEÇÃO: 0180P21202

A concepção de letramento da coleção Ser Protagonista – Matemática e suas Tecnologias é coerente com a visão da Matemática. Não só como conjunto de conceitos e procedimentos técnicos, mas como ciência com uma forma de pensar que precisa ser conhecida e aprendida. 

Isso porque envolve uma gama importante de habilidades essenciais para aprender e poder responder exigências da sociedade em relação a uma vida produtiva e digna.
Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

CÓDIGO DA COLEÇÃO: 0201P21203

Com Ser Protagonista – Ciências da Natureza e suas Tecnologias, coleção 100% aprovada no PNLD 2021, os alunos do Ensino Médio terão a oportunidade de exercitar o saber e o fazer científicos e desenvolver projetos relevantes para a comunidade, de modo a estimular seu protagonismo e ampliar a visão de mundo e de si mesmos. 
Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

CÓDIGO DA COLEÇÃO: 0202P21204

Exercitar a prática de pesquisa e a solução de problemas é essencial para a formação de alunos críticos e participativos na sociedade. 

Por isso, Ser Protagonista – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas adota metodologias ativas. Isso incentiva o uso do conhecimento para solucionar problemas complexos por meio de atividades. Sejam de diálogo, reflexão, análise, investigação, elaboração de hipóteses ou criação de planos de ação.

Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Quadrante – Matemática e suas Tecnologias

CÓDIGO DA COLEÇÃO: 0205P21202

Quadrante – Matemática e suas Tecnologias é uma coleção que desperta o interesse pela matemática e prepara os jovens para os desafios do mercado de trabalho e da vida.

A obra apresenta conteúdos voltados ao desenvolvimento de competências e habilidades específicas de Matemática e suas Tecnologias e competências gerais.

Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Obras Específicas, 100% aprovadas

New Alive High

CÓDIGO DA OBRA: 0143P21093130

New Alive High, obra Específica de Língua Inglesa da SM Educação, desenvolve competências e habilidades para o uso crítico do idioma em diferentes contextos.

Trabalha listeningreadingspeaking writing, assim como integra os saberes da área de Linguagens, relacionando-os a outras áreas de conhecimento. Dessa forma, possibilita ao estudante vivenciar experiências que se aproximam de seu cotidiano.

Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Ciências Humanas e Sociais Aplicadas em Diálogo com a Matemática

CÓDIGO DA OBRA: 0176P21205130

Ser Protagonista – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas em Diálogo com a Matemática integra as áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e de Matemática, especificamente no campo de conhecimento da Economia. 

Ao longo do livro, o estudante poderá relacionar operações matemáticas a conceitos de ciências humanas, como ciência econômica, economia brasileira e desigualdade econômica.

Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Língua Portuguesa – A Voz das Juventudes

CÓDIGO DA OBRA: 0174P21013130

Com a obra específica Ser Protagonista – Língua Portuguesa, o docente poderá apoiar os estudantes na criação de espaços de reflexão e liberdade de pensamento por meio de linguagens. São trabalhados gêneros discursivos, uso da linguagem em diversos contextos, análise e produção de textos de temas e estruturas complexas, entre outras estratégias.

Confira as obras aprovadas e saiba mais detalhes!

Além de promover atitudes e valores transformadores, as obras da SM Educação apresentam diversos benefícios que tornam a aprendizagem mais significativa. Portanto, no PNLD 2021 – Objeto 2, faça a melhor escolha para a formação integral dos jovens no Novo Ensino Médio!

Para distribuir as obras didáticas, o PNLD 2021 conta agora com o Objeto 2, cuja proposta é a separação de coleções por Área do Conhecimento e Específicas. A escolha das obras nessa fase ocorrerá ainda em 2021. 

Neste artigo, saiba mais sobre esse processo e aproveite para conhecer as obras aprovadas da SM Educação. Acompanhe!

PNLD 2021 – Objeto 2: como funciona?

Em 2021, ocorrerá a escolha do Objeto 2, com obras por Área do Conhecimento e obras Específicas.

As obras por Área do Conhecimento e Específicas substituirão as obras ‘disciplinares’. Ou seja, não serão mais distribuídas as coleções tradicionais por componentes curriculares (Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, Química, etc).

Em vez disso, serão distribuídos livros para cada Área do Conhecimento (Matemática e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens e suas Tecnologias) e mais três obras Específicas (Ciências Humanas e Sociais Aplicadas com Matemática e suas Tecnologias, Língua Portuguesa e Língua Inglesa).

As obras por Área do Conhecimento são apresentadas em coleções com seis volumes cada. 

As três obras Específicas são apresentadas em volumes únicos independentes: Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas em diálogo com Matemática e suas Tecnologias. 

SM Educação no PNLD 2021 – Objeto 2

A SM Educação teve suas obras 100% aprovadas no PNLD 2021 – Objeto 2, e está participando do programa com obras nas quatro Áreas do conhecimento e obras Específicas. Para a área de Matemática e suas Tecnologias, temos duas obras aprovadas. 

Conheça cada uma a seguir e acesse o site para conferir na íntegra o conteúdo de todas as obras.

Ao acessar o site, clique na aba “Nossas soluções” e confira na íntegra todas as obras da SM Educação aprovadas no Objeto 2. 

Ser Protagonista – Linguagens e suas Tecnologias é a coleção ideal para preparar os alunos para os desafios do século XXI.

A coleção articula de forma simples, direta e interdisciplinar os conhecimentos da área de Linguagens e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Arte e Educação Física). É uma ferramenta valiosa para desenvolver uma prática educativa inovadora, que coloca o estudante no centro da educação e o torna protagonista de seu próprio aprendizado.




Ser Protagonista – Matemática e suas Tecnologias é a coleção ideal para explorar a Matemática no Novo Ensino Médio e busca o letramento matemático no contexto da educação integral, o que inclui o desenvolvimento de habilidades, competências e níveis de cognição dos estudantes, bem como de valores e atitudes. 

O conteúdo da coleção utiliza uma linguagem clara e acessível que, alinhada aos temas contemporâneos e atuais, tornam o material muito mais atrativo e instigante para o jovem.




Ser Protagonista – Ciências da Natureza e suas Tecnologias articula de forma simples e direta os conhecimentos de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Biologia, Química e Física).

Por meio de sua abordagem interdisciplinar, a coleção apoia o desenvolvimento de habilidades e competências gerais e específicas da BNCC. Isso traz diversos benefícios para a educação integral do aluno, como desenvolvimento do protagonismo, autonomia, trabalho em equipe, pensamento crítico e valores para exercer a cidadania.




Ser Protagonista – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas é uma coleção que vai muito além do conteúdo: desenvolvimento intelectual, físico, emocional, social e cultural são trabalhados ao longo da obra, desenvolvendo competências específicas da área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (Filosofia, Geografia, História e Sociologia).

Exercitar a prática de pesquisa e a solução de problemas é essencial para a formação de alunos críticos e participativos na sociedade. Por isso, a coleção adota metodologias ativas, incentivando o uso do conhecimento para solucionar problemas complexos por meio de atividades de diálogo, reflexão, análise, investigação, elaboração de hipóteses e criação de planos de ação.




Quadrante – Matemática e suas Tecnologias é a coleção ideal para despertar o interesse pela matemática e preparar os jovens para os desafios.

De maneira simples e organizada, a obra apresenta conteúdos voltados ao desenvolvimento de competências e habilidades gerais e específicas da área de Matemática e suas Tecnologias.

Com foco na formação integral, o estudante poderá desenvolver também valores e competências essenciais para exercer a cidadania ativamente, como o trabalho em equipe, o protagonismo e a autonomia.



Em um mundo globalizado, o domínio da língua inglesa é essencial para a formação integral do estudante. Pensando nisso, a obra específica da SM Educação, New Alive High, desenvolve competências e habilidades da BNCC para o uso crítico da língua em diferentes contextos, trabalhando listening, reading, speaking e writing.

New Alive High também integra os saberes da área de Linguagens relacionando-os a outras áreas de conhecimento, possibilitando ao estudante vivenciar experiências que se aproximam de seu cotidiano.




Por meio da obra específica Ser Protagonista – Língua Portuguesa, que faz parte da área de Linguagens e suas Tecnologias, o docente poderá apoiar os estudantes na criação de espaços de reflexão e liberdade de pensamento por meio de linguagens. 

Para isso, serão trabalhados gêneros discursivos, uso da linguagem em diversos contextos, análise e produção de textos de temas e estruturas complexas, entre outras estratégias.

Os estudantes serão engajados em atividades de temas relevantes e contemporâneos, pensando nas culturas juvenis, incluindo rodas de conversa, pesquisas, compartilhamento de experiências, projetos de criação de produtos culturais, organização de eventos, etc.



Ser Protagonista – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas em Diálogo com a Matemática é a obra que integra as áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e de Matemática, especificamente no campo de conhecimento da Economia. 

Ao longo do livro, o estudante poderá relacionar operações matemáticas a conceitos de ciências humanas como ciência econômica, economia brasileira e desigualdade econômica.

O conteúdo do livro proporciona o estudo de conceitos e índices econômicos que se apresentam no cotidiano e que são essenciais para o desenvolvimento humano, como conceito de valor, renda, riqueza, Produto Interno Bruto (PIB) e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), entre outros.



As obras aprovadas da SM Educação apoiam o desenvolvimento de habilidades, competências, atitudes e valores, incentivam o protagonismo e a autonomia do estudante, valorizam as culturas juvenis e dialogam com temas contemporâneos de interesse do jovem, entre outros benefícios que tornam a aprendizagem mais significativa.

No PNLD 2021, lembre-se: opte pelas obras da SM Educação e faça a melhor escolha para a formação integral dos jovens no Novo Ensino Médio!



 

Para além da necessidade de assegurar as aprendizagens básicas para todos os estudantes, outro grande desafio do Ensino Médio na atualidade é garantir a permanência na escola e o desenvolvimento de habilidades e competências  dos alunos.

Isso pensando em contribui para que exerçam a cidadania, construam um projeto de vida e alcancem seus objetivos pessoais e profissionais após a formação básica.  

É o que descreve a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o documento que estabelece as competências e  habilidades essenciais para todos os estudantes, a fim de garantir um ensino de qualidade.

Hoje, vamos conhecer o que mais a BNCC  estabelece quanto a essa nova estrutura do EM, especialmente no que se refere a organização do currículo e distribuição das habilidades e competências para as quatro áreas do conhecimento (Linguagens e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas).

Acompanhe para saber como o Novo Ensino Médio pode trazer mais autonomia ao seu planejamento didático, assim como exigirá da escola o compromisso com a maneira de ensinar e formar esses estudantes.

As principais mudanças para o Novo Ensino Médio 

A demanda por um novo formato na última etapa da Educação Básica há anos vem sendo discutida no Brasil. 

Segundo o Ministério da Educação, mais de 70% dos brasileiros concordam que o Ensino Médio precisa passar por transformações. 

Isso porque o Ensino Médio é a etapa com maiores índices de evasão, o que reflete o desinteresse de parte dos jovens pela escola.

A metodologia proposta aos jovens precisa usar o conteúdo como uma ferramenta para conectar o conhecimento aos seus interesses,
desenvolver habilidades e competências que possam ser exercitadas no mundo do trabalho e na vida pessoal, e oferecer oportunidades para que ele tenha autonomia em seu processo educativo. 

Assim, o papel do Ensino Médio passa a ser desenvolver uma formação integral que apoie o jovem nos desafios que virão depois da escola.   

Com isso, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) trouxe propostas para uma nova abordagem de ensino e aprendizagem para essa etapa.

Currículos flexíveis com uma carga horária ampliada, conteúdos, habilidades e competências organizados por áreas do conhecimento, interdisciplinaridade, possibilidade de aulas remotas e muitas outras transformações.

Currículo alinhado à realidade dos jovens no Ensino Médio

Essa nova estrutura curricular flexível será dividida em aprendizagens comuns e essenciais e em Itinerários Formativos, oferecendo diferentes caminhos a serem escolhidos pelos estudantes e aproximando a escola de suas realidades.

A novidade de Itinerários Formativos possibilita aos estudantes aprofundar seus estudos nas áreas de conhecimento com as quais se identificam. 

Isso pode ser estendido, ainda, para cursos ou habilitações de formação técnica e profissional, o que vai contribuir para despertar o interesse dos jovens em acessar a escola e, consequentemente, para sua permanência e melhoria dos resultados do ensino.

Carga horária e ensino em tempo integral

Antes da mudança, era necessário a disponibilização de uma carga horária de 2.400 horas no Ensino Médio. Agora, a carga horária total passa a ser de 3.000 horas.

Desse total, 1.800 horas serão usadas para as competências obrigatórias, enquanto 1.200 farão parte dos Itinerários Formativos, que poderão ser praticados na mesma escola ou em instituições parceiras, considerando critérios estabelecidos pelos sistemas de ensino.

A reforma também visa a ampliação da oferta de escolas em tempo integral. Para elas, a carga horária é ainda maior, alterando-se para 1.400 horas anuais ou 7 horas diárias.

Com isso, a ideia é que, até 2024, o país atenda, pelo menos, 25% das matrículas da Educação Básica em tempo integral, conforme o Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral. 

Benefícios do Novo Ensino Médio

Com essa nova organização, o objetivo é contribuir para a integração dos conhecimentos, favorecendo a formação profissional e técnica dos estudantes ao proporcionar um cenário com mais alternativas.

Pensar a dinâmica e a função do Ensino Médio, segundo a BNCC, é consolidar, aprofundar e ampliar a formação integral do aluno, que teve início na Educação Infantil e se encerra agora. 

Isso irá contribuir para que construam e realizem seus projetos de vida, em consonância com os princípios da justiça, da ética e da cidadania. (BNCC – pág. 471)

Principais objetivos

  1. Aprimorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas de Educação Básica, com a consequente melhoria da qualidade da educação.

  2. Garantir o padrão de qualidade do material de apoio à prática educativa utilizado nas escolas públicas de Educação Básica;

  3. Democratizar o acesso às fontes de informação e cultura;

  4. Fomentar a leitura e o estímulo à atitude investigativa dos estudantes;

  5. Apoiar a atualização, a autonomia e o desenvolvimento profissional do professor;

  6. Apoiar a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Como a escola pode se preparar para esse momento?

Pensando em todo esse contexto e novo cenário, será necessário que a escola seja o agente garantidor dos aspectos essenciais para a formação dos jovens, como mencionado nos parágrafos da BNCC. 

Assim, proporcionar experiências e processos intencionais que garantam as aprendizagens exigidas e promover situações nas quais o respeito à pessoa humana e aos seus direitos sejam permanentes.

Isso demandará ainda mais cautela e eficiência no planejamento escolar, desde a organização curricular até a escolha de materiais didáticos que atendam essas necessidades em suas propostas. 

Para que isso se concretize, é necessário que as redes de ensino e as instituições possam orientar seus currículos. E em suas propostas pedagógicas para colocar as demandas das juventudes em diálogo com os contextos locais. 

Algumas ações podem ser indispensáveis nesse momento: 

Conte com a SM Educação na adaptação ao Novo Ensino Médio

Ainda há muito a ser entendido sobre a nova fase do Ensino Médio. Por isso, a SM Educação quer seguir trazendo até você tudo o que estiver relacionado ao tema. 

Que tal conhecer? Acompanhe tudo sobre a proposta de Itinerários Formativos, o trabalho organizado por áreas do conhecimento, ampliação da carga horária, novos formatos dos recursos didáticos, entre outras informações importantes para a comunidade escolar.

Encontre também materiais com todos os detalhes sobre o espaço de aprendizagem em que os estudantes são o centro do processo para desenvolver conhecimentos, habilidades, atitudes e valores.

Assim, poderão lidar com os desafios da sociedade contemporânea.

A educação nos move! 



 

Nos últimos anos, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) foi amplamente debatida nas pautas de educação — esse documento foi um dos que mais recebeu contribuições e sugestões na história do país. Isso mostra o quanto ele é importante, não apenas para os educadores, mas para todos.

O documento sobre a Educação Infantil e o Ensino Fundamental foi aprovado pelo Ministério da Educação no dia 20 de dezembro de 2017. Já para a etapa do Ensino Médio, a homologação ocorreu em 14 de dezembro de 2018. As instituições de educação básica no Brasil deverão, obrigatoriamente, orientar seus currículos com base nas diretrizes da BNCC. Por isso, é importante entender como esse documento funciona e quais são suas propostas para o ensino e para a aprendizagem.

Se você ficou interessado e quer saber mais sobre esse assunto, não deixe de ler até o final. Redigimos este conteúdo para explicar o que é esse documento e quais os seus pontos principais. Vamos lá?

O que é a BNCC e como ela funciona?

A BNCC é um conjunto de diretrizes que orienta a organização dos currículos na educação básica e define o conjunto de habilidades e competências que devem ser progressivamente desenvolvidas pelos alunos ao longo dos ciclos escolares.

O documento não deve ser visto como uma regra absoluta ou um currículo pronto, mas como um encaminhamento que norteará os objetivos pedagógicos em cada etapa escolar. Essa base deverá ser seguida tanto em escolas da rede pública quanto em estabelecimentos de redes particulares.

Por meio da BNCC, cada instituição terá autonomia para construir seu currículo, usando as estratégias pedagógicas que sejam mais adequadas para planejar, desenvolver e avaliar o aprendizado voltado ao desenvolvimento de competências, habilidades e níveis de cognição em cada componente curricular.

Quais os objetivos da BNCC?

A elaboração desse documento objetiva prover à escola uma base de referência para compor seus currículos, homogeneizando o percurso de aprendizagem nas instituições de ensino, seja nas escolas públicas, privadas, rurais ou urbanas. Com a BNCC, espera-se diminuir as desigualdades na educação e, mais importante, aumentar a qualidade do ensino no Brasil.

A Base Curricular tem o objetivo de preparar os alunos e desenvolver habilidades e competências importantes para o século XXI. Também visa modernizar as práticas pedagógicas e os recursos, incentivando a atualização das instituições e do corpo docente.

De maneira geral, os objetivos da BNCC são:

·        formar cidadãos mais críticos e engajados em seu meio sociocultural;

·        desenvolver habilidades para resolver problemas;

·        estimular a autonomia e o protagonismo para tomar decisões;

·        formar cidadãos colaborativos para o trabalho em equipe;

·        promover o respeito à diversidade;

·        desenvolver a capacidade de argumentação.

O foco é o desenvolvimento integral do aluno. A busca da igualdade educacional considera as singularidades desse processo, o real acesso e a permanência de todos na escola, com direito a aprendizagem genuína e significativa.

Quais as principais competências da BNCC?

Para assegurar a aprendizagem dos alunos, a BNCC indica competências gerais, comuns a todos os componentes curriculares, que norteiam o trabalho dos professores. As competências são definidas como a mobilização de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores para resolver situações complexas da vida cotidiana, com pleno exercício da cidadania, permitindo que o aluno leve o aprendizado para todas as áreas da vida e se desenvolva integralmente.

A Base Curricular estipula dez competências que são consideradas fundamentais:

·        valorização dos conhecimentos adquiridos;

·        pensamento crítico, criativo e científico;

·        valorização das manifestações artísticas e culturais;

·        comunicação;

·        cultura digital e tecnologia;

·        autogestão;

·        argumentação;

·        autoconhecimento;

·        empatia e trabalho em equipe;

·        autonomia, responsabilidade e resiliência.

Nesse contexto, o foco é desenvolver habilidades e competências cognitivas, sociais e pessoais dos alunos. Dessa maneira, o conteúdo se torna uma ferramenta de aprendizagem que permite desenvolver habilidades e competências progressivamente.

Como incluir a BNCC na instituição de ensino?

Primeiramente, é necessário atualizar o currículo da escola e revisar todo o projeto pedagógico para se adequar às competências estipuladas pela Base. Além do mais, é primordial a formação e atualização contínua dos educadores.

As transformações devem ser comunicadas com muita clareza aos pais e ao corpo escolar para que todos entendam e desempenhem seus papéis na transformação educacional. Ainda nesse contexto, a modernização dos materiais didáticos é fundamental para se adequar às direções da BNCC.

As mudanças esperadas com a implementação da BNCC, de maneira geral, trazem expectativas de mudanças na educação e constantes melhorias no ensino. A ideia é formar estudantes mais críticos, criativos e preparados para transformar a sociedade em que vivem.

Se você gostou deste post sobre a BNCC, siga nossas redes sociais para não perder nenhum dos nossos conteúdos: estamos no Facebook, YouTube e Instagram!


Utilizamos cookies e outras tecnologias proprietárias e de terceiros para operar corretamente e com segurança o nosso site e personalizar o seu conteúdo. Nós também os usamos para analisar sua experiência de navegação e para adaptar a publicidade aos seus gostos e preferências. Política de cookies

Configurar ou Rejeitar Aceitar todos