Sobre a SM Fundação SM Formação Continuada Carreiras Contato
SM Aprendizagem

Como ajudar professores com dificuldades para lecionar?

Um currículo excelente, com boa formação e diversos cursos, nem sempre é suficiente em uma profissão. É comum vermos professores com dificuldades para lecionar em sala de aula, o que pode afetar o desempenho dos alunos.

Um bom trabalho vai muito além de obter conhecimento. É preciso saber como utilizar a matéria de forma a desenvolver as competências e habilidades dos alunos previstas para sua faixa etária. É muito importante que o professor saiba articular suas técnicas de ensino e aprendizagem para ter sucesso.

Neste texto, vamos dar algumas dicas para ajudar professores com dificuldades para lecionar. Confira!

Auxilie no planejamento

Se um professor procurar você dizendo que tem dificuldade para lecionar, sente-se com ele e analise o que pode ser feito. É importante verificar qual é o perfil da turma, a situação profissional do educador e, então, trabalhar a partir dessas informações.

Uma das ações mais importantes nesse momento é o planejamento. Quando o problema do professor for identificado, é preciso pensar em alternativas para a melhoria dos resultados em sala de aula, estabelecendo prazos e etapas para implementar as medidas.

Também é necessário ficar atento aos conteúdos que devem ser ensinados até o final do semestre ou do ano letivo. Assim, fica fácil montar um cronograma que possa ser cumprido.

Estimule o trabalho em equipe

Como sabemos, ninguém tem todo o conhecimento sobre um determinado assunto. Por isso, mais cabeças juntas pensam melhor. É muito importante dar feedbacks aos professores, mas também é preciso escutá-los e anotar as sugestões.

Estimular o trabalho em equipe é uma parte importante do processo. A troca de experiências ajuda no crescimento de todos, e é necessária para o aprendizado.

Seja acessível

Se um profissional está passando por dificuldades, ele precisa de alguém para ajudá-lo a lidar com essa situação. O coordenador pedagógico deve ser acessível, de forma que o professor possa se abrir e entender como melhorar.

Uma boa opção é agendar reuniões frequentes (semanalmente, talvez) com os professores para que eles falem de alguma dificuldade que estejam enfrentando ou sugiram algo novo.

Apesar de um coordenador pedagógico ter uma agenda corrida, é muito importante para a escola que os professores estejam sempre atualizados e falem sobre os obstáculos que enfrentam.

Ofereça treinamentos

O mundo está mudando constantemente. É preciso se adaptar às novidades. Isso ocorre em todas as profissões, e na docência não é diferente. É fundamental estudar sempre e ficar atento a tudo de novo que o mercado oferece, para melhorar a prática pedagógica constantemente.

Oferecer uma formação continuada, por meio de treinamentos e palestras, é uma ótima maneira de manter os professores atualizados e incentivar a troca de experiências. Aposte nesse método!

Professores com dificuldades para lecionar não precisam ser um problema. Com um bom apoio e, claro, disposição para melhorar, tudo se resolve. Nem sempre um profissional excelente se sairá bem em todas as situações. O importante é o constante aprendizado que temos ao longo da nossa carreira.

Agora que você já sabe como ajudar os professores com dificuldades para lecionar, siga-nos nas redes sociais para receber mais conteúdos como este! Estamos no Facebook e no Instagram!


Na docência, assim como em outras profissões, a formação continuada de professores é muito importante. Isso porque o mundo está mudando constantemente e o professor precisa se manter atualizado para oferecer aos alunos oportunidades de desenvolvimento alinhadas às expectativas e necessidades das novas gerações.

Neste post, vamos dar algumas dicas de como implementar e organizar a formação continuada de professores na escola. Confira!

Faça um levantamento das principais dificuldades

Para fazer com que a formação continuada gere resultados, é preciso saber primeiro o que deve ser melhorado. Por isso, faça um levantamento de quais são as principais dificuldades dos professores nas salas de aula.

Uma sugestão é fazer essa análise por meio de conversas com os profissionais sobre os problemas que eles enfrentam com suas turmas. Reuniões frequentes podem ajudar a descobrir o que deve ser trabalhado para melhorar o crescimento deles.

Convide professores a compartilharem suas experiências

Alguns docentes podem iniciar o processo de formação continuada voluntariamente. No entanto, nem todo mundo terá essa atitude de maneira espontânea. E nada melhor do que um exemplo real para mostrar o benefício de um programa como esse para o futuro deles, não é mesmo?

Convide profissionais que já fizeram ou fazem algum curso ou treinamento referente a formação continuada para dar palestras e explicar como esse processo contribui para melhorar a prática deles. Dessa forma, os benefícios ficarão mais claros para os outros.

Organize uma autoavaliação

A gente tende a gostar de algo quando percebe resultados, não é mesmo? A formação continuada de professores funciona da mesma forma. Quando eles virem que há evolução na prática, vão se sentir mais motivados a seguir com a ação.

Depois de cada encontro, seja palestra, workshops ou cursos, peça para os docentes preencherem uma autoavaliação. Dessa forma, eles têm oportunidade de pensar e analisar como o processo os ajuda.

Planeje a com antecedência

A formação continuada contribui não só para o desenvolvimento do professor como também para o progresso da escola toda. Com profissionais competentes e atualizados, o ensino terá melhor qualidade. E isso, com certeza, atrai um número maior de pais e alunos durante a campanha de matrículas.

Por isso, é muito importante planejar a formação continuada de professores com antecedência, já que ela repercute diretamente na educação de estudantes. Esse cuidado pode gerar uma propaganda boca a boca para a escola. Quanto antes começar esse processo, mais rápido você verá os pais satisfeitos com o ensino, além de um número maior de pessoas interessadas em matricular seus filhos.

A formação continuada de professores tem benefícios para o profissional, que terá uma visão mais atualizada e completa de como atuar em sala de aula e poderá se sentir mais motivado durante o trabalho. Afinal, é muito bom ver seus alunos engajados e aprendendo o conteúdo sem grandes dificuldades.

Gostou de conhecer essas dicas sobre a formação continuada de professores? Então, siga-nos nas redes sociais para receber outros conteúdos interessantes como este! Estamos no Facebook e no Instagram!


Utilizamos cookies e outras tecnologias proprietárias e de terceiros para operar corretamente e com segurança o nosso site e personalizar o seu conteúdo. Nós também os usamos para analisar sua experiência de navegação e para adaptar a publicidade aos seus gostos e preferências. Política de cookies

Configurar ou Rejeitar Aceitar todos